© Propriedade da CIFNSV     

Esta residência, pertencia à família Borges Pinto, como nos é possível apreciar a fotografia da mesma.

Era uma família muito abastada, tinham muitos haveres na cidade do Funchal.
O casal tinha uma filha, que em vida chamava-se Dorita. Esta filharecebera todos os carinhos, tinha muitos talentos e dedicava parte do seu tempo à pintura e na música.

Dorita aos 18 meses de idade.

Nunca ficou separada do cordão umbilical até se casar. Algum tempo depois Dorita fica grávida e quando chegou a altura de dar a luz foi evacuada para Lisboa onde devia fazer o seu parto. Mas infelizmente o bebé não nascera vivo.


Mais tarde morrem os pais de Dorita.
E também o marido de Dorita, separou-se.
Por muito tempo, Dorita viveu sozinha nesta casa. A solidão tomava conta dela. A Irmã S. Luís, religiosa franciscana de Nossa Senhora das Vitórias, apaixonada pelos doentes e pobres, enfermeira e nos seus tempos livres,  visitava os doentes da baixa da cidade do Funchal uma das quais era a Dorita.


A Dorita sentia-se limitada, só e sem forças,  as Irmãs FNSV visitavam a Dorita e mandavam alguns géneros alimentícios.


Começou por fazer o testamento, a repartir os bens que tinha uma parte para sua família e outra ofereceu a Arquidiocese do Funchal e ainda uma parte para as Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias.

Este testamento foi escrito no dia 26/03/1985 na sua residência;
Maria Antonieta Dorita Pinto, faleceu no dia 18 de Novembro de 1986, foi encontrada sem vida na  sua residência.
«Se morremos com Cristo, também com Ele viveremos» (2Tim2,11)

Em 1988 foi a ereção canónica, desta Comunidade, pela Provincial , Irmã Maria José de Menezes e alguns Irmãs do concelho, sob a proteção de Nossa Senhora das Vitórias padroeira da Congregação.


A Comunidade foi aberta com as seguintes Irmãs:


- Ir.Rita Ferreira de Freitas(superiora local)
-Ir. Conceição Rodrigues (S.Damião)
-Ir.Celeste Teixeira de Andrade(Teodolinda)
-Ir.Maria gonçalves(eduartina)
-Ir.Conceição Silva Loura(Almerinda)
-Ir.Conceição Assunção Rodrigues(Daniela).


Abriu-se esta Comunidade com o objetivo de acolher as Irmãs dos diversos organismos que passassem aqui por motivos de estudos, férias, doença, por ser uma comunidade no cento da cidade, onde tudo se torna próximo. Desde a primeira Comunidade até hoje já passaram muitas Irmãs, maior parte delas já gozam o eterno descanso.


Atualmente a Comunidade é composta por seis Irmãs:


Ir. Maria Anália Carvalho Gonçalves (superiora local)
Ir. Maria Gonçalves Pereira (Piedade)
Ir. Maria Clotilde Jardim
Ir. Maria Ermelinda Catanho Silva
Ir. Maria Aldora Franco
Ir. Deolinda Luisa Ngueve Mande (junior).


Cinco Irmãs  são de votos perpétuos de nacionalidade portuguesa e uma é junior de nacionalidade angolana.
A Irmã Anália, trabalha na secretaria do Colégio Santa Teresinha.


A  Irmã Deolinda, está nesta Comunidade provisoriamente a fazer  formação  religiosa, sociocultural e  intercultural, um tempo que antecede ao ano de preparação aos votos perpétuos. Também colabora nas atividades de casa, com as outras Irmãs da Comunidade naquilo que é necessário..

Localização

Contactos

Tel. 291224585

N.Sra das Vitórias I Travessa da Nogueira