Quaresma

3º Domingo da Quaresma

 

O Papa Francisco inicia uma visita de quatro dias ao Iraque, a primeira de um papa a um país muçulmano de maioria xiita, numa missão em que se apresenta como "peregrino da paz".

"Venho como peregrino (...) para implorar ao Senhor perdão e reconciliação, depois de anos de guerra e terrorismo (...) e eu venho entre vós como peregrino de paz", sublinhou o Papa.

Nesse primeiro discurso em solo iraquiano, o Papa Francisco posicionou-se contra o fundamentalismo religioso e apelou a todos os iraquianos, independentemente da religião, que se unam para “construir juntos este país, no diálogo, no confronto franco e sincero, construtivo“.

Neste momento da história, o Papa Francisco dá-nos o grande exemplo da aceitação do diferente e da tolerância. Isto porque visa o bem maior que é a paz e a tranquilidade entre todos os povos, independentemente da sua religião.

Desafio: destruir as nossos “muralhas”, para construir juntos. Ser peregrino da Paz.

1/4

© Propriedade da CIFNSV