big-red-candle.jpg

Advento

Tempo de espera! Tempo de escuta e reflexão.

Iniciamos mais um tempo de advento, e o Evangelho deste primeiro domingo fala-nos da necessidade de VIGIAR.

Interroguemo-nos: o que poderemos vigiar? Neste tempo de incertezas em que muitas famílias celebram estes dias no meio de tanta tristeza, dor e incertezas, por verem a suas famílias separadas com partida de entes queridos, pela falta de emprego, pela desagregação familiar, pelo desprestígio de alguém estar contaminado com o vírus pandémico. O que poderemos vigiar?

No entanto, no meio do sofrimento e da dor,o advento é um convite a olhar mais além, a sair de nós mesmos e olhar à nossa volta. Confiar em Deus.

O Papa Francisco diz-nos que “Vigiar é esperar, é não se deixar dominar pelo desânimo: a isto chama-se viver na esperança”.Para despertar deste sono da indiferença, temos a vigilância da caridade. A caridade é o coração pulsante do cristão: tal como não se pode viver sem pulsação, assim também não se pode ser cristão sem caridade”. Temos de estar atentos a nós mesmos e aos irmãos à nossa volta, para não descuidarmos a obrigação de cuidar uns dos outros e do mundo em que vivemos.

Procuremos nesta 1ª semana do advento: Viver na esperança e praticar a caridade